Obrigação ou dádiva?

Se você assumiu alguma tarefa, então a execute com zelo e dedicação. Não faça por obrigação. Se você tem um compromisso, então seja zeloso e cuidadoso ao colocar em prática.

É tão dramático ver pessoas que fazem as suas tarefas diárias apenas por obrigação. Ou que cumprem os seus deveres com aquela louca vontade de logo terminar e ir embora. Não é raro você ver pessoas que em seu trabalho ou em seus afazeres diários, estão loucos pra acabar logo.

Esse sentimento, essa vontade de acabar logo com a aquela tarefa, muito se assemelha com a ideia da tortura. É mais ou menos isso: o seu trabalho, o seu compromisso, as suas tarefas são uma tortura pra sua vida. Você quer que acabe logo pra que você esteja livre.

Como é decepcionando e desastroso ver pessoas que jogam fora as oportunidades levando a vida desse jeito. É triste ver pessoas que apenas fazem a sua obrigação. É decepcionante ver as pessoas simplesmente, e com muito custo, apenas cumprindo seus deveres e querendo logo se ver livre daquilo que fazem.

O mês de maio está acabando, mas celebração do Dia do Trabalho e das pessoas trabalhadoras ainda está em foco. Por isso, lembremos, nosso trabalho, nossa ocupação funcional, tem que ser algo que nos dá prazer na vida. Tem que ser algo que valha a pena ser feito.

Não desgaste sua vida sofrendo com os seus afazeres. Transforme suas tarefas em algo importante no seu dia, na sua rotina. Tenha prazer em cumprir com suas atividades diárias.


O seu trabalho não precisa ser um peso na sua vida, mas uma dádiva de Deus para o seu dia.

“O que vocês fizerem façam de todo o coração, como se estivessem servindo o Senhor e não as pessoas.” (Colossenses 3.23)

Marcelo Peter