Os problemas que a gente enfrenta

Vivemos em um momento no qual algumas “Igrejas” promovem a ideia de que quem está na igreja não tem problemas. Diz-se, à torta e à direita, que quem vai à determinada instituição religiosa terá uma automática eliminação das suas dificuldades. E as pessoas se deixam levar por essa visão do céu (da perfeição) na terra. Iludem-se com a farsa da vida fácil a custo de barganhas e coisas afins.

Quem vai à Igreja tem sim problemas. Sua vida continua tendo dificuldades. Seus dias permanecem tendo contratempos. A fé e a vida religiosa não são mecanismos de eliminação dos aborrecimentos e azares da realidade. A diferença está no jeito de agir em relação a tais coisas.

O grande segredo da vida em Comunidade não é a eliminação das dificuldades, mas a criação de alternativas para lidar com os problemas. É a forma de viver e conviver que vai mudar. A solução não está no “eliminar”, mas no “saber lidar" com os problemas. A vida comunitária não acaba com as dificuldades, mas ensina a enfrenta-los. E isto a partir do Evangelho (Cristo).

Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim.
No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.”

(João 16.33)