Protestante?

Protestante?
Um dos nossos professores de teologia (Roberto Zwetsch) escreveu um poema no qual ele pergunta: “Onde ficou o espírito protestante do movimento? Perdeu-se na mesmice do tempo...?” Lendo essa poesia dá pra questionar: o que significa ser protestante hoje? Será que devemos ainda ser chamados e conhecidos por esse nome, “os protestantes”?

Se não abrirmos nossos olhos para a triste imagem que vemos na sociedade; se não abrirmos a boca para denunciar a injustiça e proclamarmos a libertação a quem sofre, então não podemos ser conhecidos como “protestantes”.
Protestar não significa gritar. Protestar é não ficar calado, não ficar parado diante de um mundo injusto e opressor.
Oração: Bondoso Deus, assim como diz o poema, “Protesta contra nós, Senhor da Vida, quem sabe alguém te escute,...”. Amém (Que assim seja!).
Marcelo Peter